7 benefícios do Scrum no desenvolvimento dos produtos Digisystem

7 benefícios do Scrum no desenvolvimento dos produtos Digisystem

Há um mês, o DPI – departamento de Produtos e Inovação da Digisystem – começou a utilizar o Scrum no desenvolvimento de seus projetos.

Segundo o livro Scrum: Gestão ágil para projetos de sucesso*:

Scrum é um framework ágil, simples e leve, utilizado para a gestão do desenvolvimento de produtos complexos imersos em ambientes complexos. É embasado no empirismo e utiliza uma abordagem iterativa e incremental para entregar valor com frequência e, assim, reduzir os riscos do projeto.

O Scrum, quando aplicado, nos fornece uma série de benefícios e, ao mesmo tempo, quebras de paradigmas importantes para um departamento que busca inovar no desenvolvimento de seus produtos:

  1. Entregas frequentes de valor

    Ao contrário do método tradicional de desenvolvimento de software, com o Scrum nós devemos focar em realizar entregas de alto valor ao cliente. Ou seja, priorizamos as funcionalidades de maior valor de negócio para que, antes mesmo do desenvolvimento do produto terminar, já possamos entregar algo palpável e utilizável para os clientes. Isso permite o lançamento de um produto que atende as necessidades mais valiosas dos usuários em menor tempo.

  1. Redução dos riscos do projeto

    O Scrum possibilita a redução dos riscos de negócios do projeto graças a, entre outras coisas, a colaboração entre todos os interessados no projeto, o desenvolvimento dividido em ciclos curtos e as entregas frequentes de valor através de funcionalidades importantes sendo desenvolvidas e entregues primeiro. Isso garante um feedback mais assertivo dos usuários acerca do que está sendo desenvolvido a cada ciclo. Caso as expectativas do cliente não estejam sendo satisfeitas, o problema é rapidamente identificado e podemos corrigir o rumo do projeto.

  2. Mudanças utilizadas como vantagem competitiva

    Um problema no negócio do projeto pode ser rapidamente identificado e corrigido porque, ao contrário dos métodos tradicionais, o Scrum é aberto à mudanças. No Scrum, os planos e as especificações de negócio não são totalmente definidas no início do projeto, elas são trabalhadas e aprimoradas em todo o decorrer do desenvolvimento, isso permite que mudanças sejam feitas em qualquer estágio. Desta forma, podemos garantir que o produto entregue realmente tem valor para os clientes e está acompanhando as mudanças do mercado.

  1. Maior qualidade do produto

    O time Scrum é responsável em entregar seus produtos com a maior qualidade possível. Como o desenvolvimento e as entregas são incrementais, podemos validar continuamente o produto entregue e identificar erros e outros problemas antes que se tornem problemas maiores e de difícil tratamento, podendo causar atrasos no projeto.

  1. Transparência no progresso do projeto

    Através de diversas práticas do Scrum, todos os envolvidos no desenvolvimento do produto possuem total visibilidade de seu progresso. Por exemplo, através do Daily Scrum – uma reunião diária de poucos minutos – os integrantes do time respondem a três perguntas fundamentais que farão com que todo o time saiba o que se passa no projeto e quais os próximos passos até a próxima reunião: O que eu fiz desde a última reunião de Daily Scrum? O que pretendo fazer até a próxima reunião? O que está impedindo a realização de meu trabalho?

    Outra prática que traz maior transparência ao desenvolvimento do produto é o quadro Scrum. Neste quadro é possível visualizar o andamento do ciclo atual, já que todas as tarefas estão dispostas em uma das três fases do quadro: To Do (À Fazer), Doing (Fazendo) e Done (Feito).

  1. Redução do desperdício

    O Scrum nos orienta a buscar a simplicidade utilizando e produzindo apenas o que é necessário e suficiente para desenvolver nossos produtos.

  1. Aumento da produtividade

    A produtividade é potencializada nos times que utilizam Scrum por diversos fatores, incluindo: o trabalho em equipe e a autonomia do time; a remoção de impedimentos; a melhoria contínua dos processos; e a maior motivação do time.

Neste primeiro mês, considerado adaptativo, já pudemos notar grandes diferenças no desenvolvimento de nossos produtos, tornando-o mais dinâmico, organizado e produtivo. Sobretudo no trabalho em equipe.

Com a implementação dos papéis e das práticas do Scrum, o time está muito mais envolvido com os projetos e com a equipe em si. Todos trabalham juntos, na mesma sintonia e com o mesmo objetivo: gerar o maior valor possível para os clientes com o menor esforço possível, mantendo a qualidade esperada.

E, como o Scrum é embasado no empirismo, aprenderemos com os erros e os acertos a cada ciclo de desenvolvimento, acarretando em uma melhoria contínua de nossos processos, o que reflete diretamente na qualidade de nossos produtos.

* Sabbagh, Rafael. Scrum: Gestão ágil para projetos de sucesso. São Paulo: Casa do Código, 2013. p. 17.

Por Danilo Vaz Franco | Analista de Sistemas | Digisystem Produtos & Inovação

Compartilhe esta publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


FALE CONOSCO