Eduardo Valverde demonstra os benefícios da Gestão à Vista aplicado à TI

Eduardo Valverde demonstra os benefícios da Gestão à Vista aplicado à TI

Durante o 7º Seminário de TI do SEMESP, foram apresentadas tendências do setor para 2016, onde executivos da TI de Instituições de Ensino Superior puderam discutir a estratégia da área de TI das IES para 2016, focando as prioridades de projetos e investimentos em tecnologia da informação em tempos de crise.

Eduardo Valverde mostrou que tão importante quanto o know-how de uma área de TI é o direcionamento da área, ou seja, toda a equipe ter uma visão clara e alinhada de onde está e para onde vai.

Através de uma analogia, Valverde ilustrou a importância da revisão de processos e a implementação de métricas de desempenho na área de TI, com o modelo de Gestão a Vista, que consiste em painéis com indicadores importantes para análise e acompanhamento de desempenho e tomadas de decisão.

“Desde a implantação da Gestão a Vista na área de Operação e Suporte da Digisystem, todos os indicadores passaram a ser atingidos, os processos evoluíram e os resultados dos clientes melhoraram” diz Valverde, que há 2 anos gerencia toda a operação com base em métricas e indicadores. “Essa metodologia de gestão nos permite ter maior visibilidade da operação e uma equipe mais produtiva e preocupada com as metas claramente expostas a todos”, complementa.

Durante a palestra, os participantes foram levados a pensar em determinadas questões estratégicas de gerenciamento da área de TI, como por exemplo, se as decisões são embasadas na contribuição da área com as demais áreas da instituição e com o plano estratégico de sua instituição.

A discussão mostrou claramente que para 2016 é preciso ter direcionamento, metodologia e estratégia para alcançar os objetivos, além de senso de priorização para decisões.

Compartilhe esta publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *