Transformação digital no segmento Público

Acesso rápido as informações com segurança e melhora no atendimento a população

Serviços para Governo Digisystem

A Digisystem, a mais de 30 anos, possui amplo expertise em licitações para a prestação de serviços à Órgãos Governamentais. Utilizando as melhores práticas e frameworks de governança do mercado, como ITIL, HDI, COBIT, CMMI, ISO, PMP, ÁGIL SCRUM entre outros, aplicamos todo nosso conhecimento de sustentação e prestação de serviços para a transição, manutenção e melhoria dos serviços aos órgãos públicos.


Service Desk


Central de Atendimento seguindo as práticas de ITIL, contempla a implantação e gestão do Service Desk, DAC­ Distribuidor Automático de Chamados, URA-Unidade de Resposta Audível, ferramenta ITSM, acesso remoto e via interface WEB, Business Intelligence (BI), atendimento por telefone e Internet, registro, acompanhamento e encerramento de chamados atendidos, abandonados e atendidos fora do SLA, por seguimento, filas, controle de atendimento de terceiros (equipamentos em garantia), pesquisa de satisfação dos usuários.

Utilizando o conceito SPOC (Single Point Of Contact), o atendimento de 1º nível é o contato dos usuários dos serviços de TI para registro de incidentes, dúvidas e requisições de serviço, efetuando no primeiro nível de atendimento, o diagnóstico e resolução das solicitações, a partir de consultas à base de conhecimento e ferramentas de apoio, tais como software de controle remoto de estação, dentre outras.

A equipe Digisystem garante o reestabelecimento dos serviços de TI no menor tempo possível a fim de garantir a produtividade dos profissionais da contratada, através de procedimentos padronizados, uso de recursos de acesso remoto autenticado e com log de acesso, evitando portanto, o repasse dos incidentes para outros níveis ou equipes de atendimento e aumentando o índice de resolução de incidentes no primeiro contato.


Field Service


Instalações, configurações e desinstalações de softwares, acionamento e acompanhamento de manutenções junto aos fabricantes, atendimento de demandas do Centro de Operação de TI para apoio em caso de incidentes críticos e crises, serviço de atendimento VIP para a suporte ou equipamentos/softwares críticos, realização de manutenções preventivas, corretivas e limpeza dos equipamentos de TI, acompanhamento técnico de fornecedores/fabricantes que necessitarem atuar fisicamente nas dependências de TI, atendimento Incidentes, ou atuações, que não podem ser resolvidos remotamente, estão no escopo de Field Services ou se referem a PCs de qualquer tipo.

O atendimento técnico de 2º nível é realizado por profissionais especializados, com conhecimentos técnicos, que realizam o tratamento aos chamados não solucionados pelo atendimento de 1º nível, classificados como requisições de serviços, incidentes ou demandas identificadas como “problemas”, cuja solução seja de competência da equipe de 2º nível, ou ainda, atuar no apoio das necessidades das equipes de serviços operacionais, de monitoramento e de terceiros.

Os erros conhecidos, medidas de contorno, dicas, procedimento de solução definitiva para os atendimentos realizados pela equipe de 2º nível são registrados pela Digisystem na base de conhecimento do sistema de atendimento.


Gestão de ambientes e Monitoramento


Serviço de aplicações, infraestrutura, NOC/SOC, banco de dados, backup e store, Operação de datacenter, administração de servidores, antivírus, firewall, correio eletrônico e ativos de rede, controle de acesso, coordenação e qualidade de processos, virtualização e armazenamento, missão crítica.

Nosso Monitoramento funciona em regime 24x7x365, com estabelecimento de níveis de serviços (SLA) para solução de incidentes no ambiente de missão crítica, garantindo nível de disponibilidade e serviços mensais dos sistemas críticos superior a 99,25%.

Os serviços abrangem o monitoramento proativo remoto e constante dos servidores, aplicações, sistemas corporativos, administrativos, infraestrutura e telecomunicação, que compõem o ambiente de TI, bem como as intervenções técnicas necessárias de nível operacional para restaurar disfunções ou falhas, antecipar possíveis disfunções, evitar incidentes ou dar resposta imediata à interrupção de serviços.


Desenvolvimento


Execução de todos os ciclos de vida de engenharia de software:

– Gestão de projetos
– Coordenação
– Suporte
– Manutenção
– Implementação e desenvolvimento
– Business intelligence
– Analytics
– Plataformas IOS e Android
– Aplicação de metodologia ágil
– Planejamento de desenvolvimento
– Especificação de requisitos
– Design e arquitetura
– Testes e implantação

Manutenção e sustentação de sistemas com plena integração com outros ambientes e controle dos projetos usando metodologia de Testes de Qualidade.

– Teste unitário
– Teste integrado
– Teste do aplicativo
– Análise de desempenho
– Qualidade dos serviços entregues
– Manutenção corretiva
– Manutenção adaptativa – evolutiva
– Manutenção adaptativa para upgrade de linguagem
– Conversão de versão de aplicativos
– Manutenção adaptativa para mudança de ambiente de desenvolvimento

Otimizamos e gerenciamos nossos processos usando as melhores práticas de projetos:

– SQUADs ágeis
– SCRUM,
– Cobit
– PMI
– Implantação
– Execução
– Administração
– Customização

Desenvolvimento

Agregam ainda, em sua metodologia de desenvolvimento atividades relacionadas a áreas chaves de engenharia de software previstas nos modelos de maturidade e qualidade de software como o CMMI (Capability Maturity Model Integration) que reúne as melhores práticas para desenvolvimento e manutenção de produtos, O PMI (Project Management Institute), SCRUM (metodologia ágil para gestão e planejamento de projetos de software e MPS-BR (melhoria de processo do software brasileiro), destacando-se, dentre elas, a Gerência de Gestão da Qualidade. Estabelecimento de uma metodologia para desenvolvimento, plantação e manutenção de uma arquitetura de negócio corporativa através de um framework aberto de arquitetura, TOGAF. Para modelagem, levantamento e desenhos dos fluxos do macroprocesso até o nível de atividades, seguindo o padrão BPMN (Business Process Management Notation) da OMG (Object Management Group) e as melhores práticas de mercado.

Clientes